Corpo de Champignon é retirado do prédio onde ele morava em São Paulo

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por volta das 5h da manhã desta segunda-feira, 9, o corpo de Champignon foi retirado do apartamento onde ele morava no bairro do Morumbi, em São Paulo, e foi levado para o IML. A imprensa registrou a retirada do corpo do músico e a saída da delegada Milena Mazzuco, da 89ª DP de São Paulo, que foi com sua equipe até o apartamento de Champignon para fazer a perícia.

Champignon, o músico Luiz Carlos Leão Duarte Júnior, morreu na madrugada desta segunda-feira, 9. O ex-integrante da banda Charlie Brown Jr., o baixista – que tinha 35 anos e que atualmente fazia parte da banda A Banca -, foi encontrado morto em seu apartamento no Morumbi, na Zona Sul de São Paulo.

Segundo a rádio “CBN”, a polícia teria sido chamada por um vizinho após este ouvir um disparo. Ainda de acordo com a rádio, ao chegar ao local, os legistas teriam encontrado Champignon com uma pistola 380 na mão e com um tiro próximo à boca. Segunda a “CBN”, a mulher Champignon – que está grávida de cinco meses – estaria com o marido no apartamento e teria sido levada em estado de choque para um hospital na capital paulista.

A delegada Milena Mazzuco, da 89ª DP de São Paulo, foi com sua equipe no apartamento de Champignon para fazer a perícia. A próxima presentação da banda A Banca seria no próximo dia 21 no Recife.

Após a morte de Chorão, os membros do Charlie Brown Jr. lançaram a banda A Banca, que tinha Champignon como vocalista.

Famosos como Junior Lima, Preta Gil, entre outros, usaram as redes sociais para lamentar a morte do músico Champignon. “Acordei agora com a notícia do Champ! Estou em choque! Perdi mais um irmão! Não estou conseguindo acreditar! Pqp!”, escreveu Junior em sua página no Twitter na madrugada desta segunda-feira, 9.

EGO